Brit Milá

[vc_row][vc_column][vc_column_text]Resultado de imagem para brit milah

Conforme o que está escrito na Torá, o Brit Milá foi uma ordem de Deus para Abrahão: “Isso será um sinal do Brit (Aliança) entre Mim e vocês. Aos oito dias de vida, todo homem entre vocês será circuncidado… a Minha Aliança estará na sua carne como uma aliança eterna” (Gên. 17:10-14).

Abrahão, aos 99 anos, fez a própria circuncisão, bem como a de Ismael, seu filho com Hagár, e de todos os seus escravos.

Isaac, filho de Abrahão e Sara, foi circuncidado aos oito dias de vida,  “conforme Deus lhe ordenou” (Gên. 21:4). A prática foi abandonada no Êxodo, durante a peregrinação pelo Sinai, para ser retomada nos tempos em que Josué, sucessor de Moisés, liderou o povo judeu já na Terra de Israel (Josué 5:2-9).

O Brit Milá pode ser entendido como o sinal de que o povo judeu aderiu ao pacto com Deus; sinal este visível para ambos, para Deus e para o indivíduo.

How to find the right mohel to perform a bris

O rito do Brit Milá é aplicado ao menino recém-nascido aos oito dias de vida, mesmo que este ocorra em Shabat ou em outro feriado religioso. O Bris, como costuma ser chamado, pode ser adiado por motivos médicos, mas neste caso não pode mais ser realizado em Shabat e outros feriados.

O nome judaico: de acordo com as práticas judaicas liberais, este é formado pelo nome hebraico da criança, seguido dos nomes hebraicos do pai e da mãe (ex.: Shmuel ben Moshé ve-Rivka). Entre judeus ashkenazim é costume dar à criança o nome de um ente querido já falecido. Entre  judeus sefaradim o costume é dar o nome de um familiar vivo.

[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]